Mistral: Putin confiante que Paris vai respeitar contrato de cerca de 1200 milhões de euros

Mistral: Putin confiante que Paris vai respeitar contrato de cerca de 1200 milhões de euros
De  Lurdes Duro Pereira com AFP/ Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Vladimir Putin acredita que o governo francês vai respeitar o acordo de entrega dos dois navios de guerra Mistral. A convicção foi expressa pelo

PUBLICIDADE

Vladimir Putin acredita que o governo francês vai respeitar o acordo de entrega dos dois navios de guerra Mistral.

A convicção foi expressa pelo chefe de Estado russo após um encontro com o homólogo francês, em Moscovo. François Holland não falou diretamente do contrato de cerca de 1200 milhões de euros, mas mostrou-se confiante num desfecho positivo para ultrapassar os “problemas” entre os dois países.

Em conferência de imprensa, o presidente francês sublinhou a necessidade de abolir barreiras e de encontrar soluções para ultrapassar os obstáculos.

Já o homólogo russo admitiu que a visita de Holland a Moscovo vai ter um impacto positivo nas relações entre os dois países, desde logo, na procura de uma solução.

Oficialmente, o contrato franco russo ficou à porta do encontro. A França suspendeu a entrega do primeiro navio de guerra devido à crise na Ucrânia. Mais concretamente, devido ao apoio dado por Moscovo aos separatistas pró-russos no leste do país.

Putin descarta qualquer envolvimento e lembra que acordo de cessar-fogo, assinado em setembro, tem vindo a ser sucessivamente violado.

O novo teste de ferro, no leste da Ucrânia, está previsto para esta terça-feira, dia em que as duas partes se comprometem, mais uma vez, a baixar as armas.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diplomatas estrangeiros na Rússia prestam homenagem às vítimas do Crocus City Hall

Rússia detém homem do Quirguistão suspeito de estar envolvido no último ataque a Moscovo

Suspeitos do ataque de Moscovo acusados e apresentados à imprensa com sinais de violência