Turquia: Libertado jovem preso por alegados insultos a Erdogan

Turquia: Libertado jovem preso por alegados insultos a Erdogan
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
PUBLICIDADE

O jovem estudante turco preso por alegados insultos ao presidente Recep Tayipp Erdogan já se encontra em liberdade. O recurso apresentado pelo advogado do menor, de apenas 16 anos de idade, revelou-se essencial.

O jovem foi detido na quarta-feira em Konya, no centro do país, depois de proferir declarações polémicas durante uma cerimónia que assinalou a morte de um soldado turco por islamistas, nos anos 1920.

Além de defender os princípios do fundador da Turquia moderna, Mustafa Kemal Ataturk, e o secularismo, o jovem, identificado através de iniciais, terá também criticado o partido de Erdogan e o chefe de Estado por alegações de corrupção.

A oposição insurgiu-se fortemente contra este caso. Ao ser libertado o jovem foi recebido por uma multidão com manifestações de júbilo.

Na Turquia, o insulto ao chefe de Estado é proibido pelo código penal e compreende uma moldura de quatro anos de prisão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Responsáveis da discoteca que ardeu em Istambul detidos para interrogatório

Incêndio em discoteca de Istambul faz dezenas de mortos

Vitória da oposição é sinal de "ingratidão", dizem apoiantes de Erdoğan na Turquia