Stoltenberg: "Há cada vez mais material bélico russo na Ucrânia"

Stoltenberg: "Há cada vez mais material bélico russo na Ucrânia"
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

“Veículos blindados, artilharia e sistemas avançados de defesa antiaérea russos em cada vez maior número no leste da Ucrânia”, a afirmação é do

PUBLICIDADE

“Veículos blindados, artilharia e sistemas avançados de defesa antiaérea russos em cada vez maior número no leste da Ucrânia”, a afirmação é do secretário-geral da Nato, Jens Stoltenberg.

No contexto da escalada da violência na região, o líder da Aliança Atlântica não teve dúvidas em afirmar que os separatistas estão a ser abastecidos com armamento russo e garante que a Nato está atenta.

“Estamos vigilantes e a aumentar a nossa presença na região leste da Aliança e estamos também a meio do processo de estabelecer elementos de comando permanentes em todos os seis países aliados da Nato no leste”, afirmou.

Jens Stoltenberg anunciou igualmente que se vai encontrar com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, no próximo mês, em Munique.

Esta sexta-feira, com as violentas batalhas pelo controlo do aeroporto de Donetsk como pano de fundo, o presidente russo Vladimir Putin acusou Kiev de ser responsável pelos combates e pela morte de civis.

Já a União Europeia pediu a Moscovo para cessar qualquer tipo de apoio aos rebeldes no leste ucraniano. Igualmente, a representante da diplomacia europeia, Federica Mogherini, instou às partes beligerantes para cessarem os combates e a respeitarem o protocolo de Minsk.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kiev responsabiliza Moscovo pelo apoio ao terrorismo na Ucrânia

Ataques russos na Ucrânia fazem pelo menos oito mortos

Pentágono promete envio imediato de armas à Ucrânia, se financiamento for aprovado