EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Gregos saem à rua em apoio ao governo

Gregos saem à rua em apoio ao governo
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Apostolos Staikos, Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Os gregos exigem o fim da austeridade e demonstram apoio ao governo de Alexis Tsipras, antes da reunião do Eurogrupo em Bruxelas.

PUBLICIDADE

Antes do encontro decisivo em Bruxelas, onde a Grécia vai tentar alcançar um acordo sobre a dívida, a Praça Syntagma de Atenas encheu-se de gente, em apoio ao governo. O nome mais ouvido foi o do ministro das Finanças.

Yanis Varoufakis tem a missão de convencer os parceiros do Eurogrupo que a redução da austeridade, a continuação das ajudas e a permanência na zona euro não são coisas incompatíveis.

“Não podemos continuar a ser humilhados, precisamos de repor a dignidade. Vamos pagar a dívida, mas agora precisamos de respirar”, disse um manifestante ouvido pela euronews. Para uma jovem que também se juntou à manifestação, “a maior parte dos países da Europa está a enfrentar problemas semelhantes. Espero que sejamos um exemplo de sucesso, no que toca a derrubar estas políticas e essa mensagem leve a uma mudança para todos os europeus”, diz outro participante na manifestação.

A cerca de um mês do fim do atual programa da troika, o novo governo, liderado por Alexis Tsipras, exige que seja posto em prática um programa de transição, em vez de uma continuação do atual plano de resgate

“Mais um fôlego de dignidade, mais uma manifestação do Syriza na praça Syntagma. Milhares de pessoas manifestaram-se no centro de Atenas com uma mensagem: O país virou a página e a austeridade pertence ao passado”, diz o repórter da euronews Apostolos Staikos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Vaga de calor na Grécia já fez seis mortos ou desaparecidos entre turistas estrangeiros

Incêndio nos arredores de Atenas obriga a retirar milhares de pessoas

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos