EUA: Obama promulga nova lei antiterrorista que limita poderes da NSA

EUA: Obama promulga nova lei antiterrorista que limita poderes da NSA
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os Estados Unidos viram a página na luta contra o terrorismo depois do Senado ter aprovado esta noite a chamada “Lei da Liberdade”, que substitui a

PUBLICIDADE

Os Estados Unidos viram a página na luta contra o terrorismo depois do Senado ter aprovado esta noite a chamada “Lei da Liberdade”, que substitui a polémica legislação “Patriota” do pós-11 de setembro.

O presidente Barack Obama promulgou, esta noite, a nova legislação que tinha sido já validada pela câmara dos representantes, no mês passado.

O texto põe fim ao polémico programa de espionagem da NSA nos moldes denunciados por Edward Snowden, ao obrigar a Agência Nacional de Segurança a passar pelos tribunais para recolher dados telefónicos e a eliminar nos próximos 6 meses todas as informações recolhidas até hoje.

A NSA mantém no entanto o poder de espiar os chamados “lobos solitários” suspeitos de atividades terroristas.

O programa de vigilância encontrava-se suspendido desde domingo, depois do Senado não ter chegado a um acordo para reconduzi-lo dentro do prazo legal.

A aprovação da nova lei representa igualmente uma vitória para os Democratas e a ala mais moderada dos republicanos, que defendiam o fim do criticado programa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Como vai o "USA Freedom Act" mudar as agências de informação dos Estados Unidos?

Agentes da autoridade mortos a tiro no Estado de Nova Iorque

Nova Iorque sacudida por terramoto de 4,8 na escala de Richter, o maior em mais de 40 anos