EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Síria: Discutir com Bashar Al-Assad ou não, eis a questão

Síria: Discutir com Bashar Al-Assad ou não, eis a questão
Direitos de autor 
De  Dulce Dias com AFP, REUTERS, AP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Cada vez mais vozes - incluindo no Ocidente - se elevam para dizer que é preciso discutir com Bashar Al-Assad

PUBLICIDADE

Cada vez mais vozes se elevam para dizer que é preciso discutir com Bashar Al-Assad, se se quer pôr fim à guerra na Síria, ao Estado Islâmico e à crise de refugiados que atinge a Europa.

Vozes que começam mesmo a ouvir-se no Ocidente. Na visita do presidente austríaco, Heinz Fischer, a Teerão – a primeira de um chefe de Estado ocidental ao Irão em mais de uma década – o chefe da diplomacia de Viena, Sebastian Kurz, defendeu discussões que envolvam os aliados, Bashar Al-Assad mas também a Rússia e o próprio Irão.

“O Irão sentar-se-á à mesa se considerar que as negociações podem resultar num futuro seguro, estável e democrático para a Síria. Estamos prontos para falar com todas as partes, com os países da região e de fora dela”, afirmou o presidente iraniano, Hassan Rouhani.

Do lado russo, o tom é ligeiramente mais acusador. Na crise dos refugiados, o chefe da Diplomacia, Sergei Lavrov aponta o dedo à Europa: “De qualquer forma, é justo que os países que participaram no desencadear dos conflitos assumam a responsabilidade e forneçam ajuda humanitária às vítimas desses mesmos conflitos.”

Outrora visto como um ditador sanguinário, o presidente sírio começa agora a surgir como um parceiro incontornável na busca de soluções para uma crise que já fez 250.000 mortos e 11.000.000 de deslocados e refugiados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib

Região rebelde de Idlib bombardeada após ataque em Homs

Ataque russo em zona controlada pelos rebeldes sírios mata dois civis