EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Célio Dias de bronze em Paris

Célio Dias de bronze em Paris
Direitos de autor 
De  Bruno Sousa
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Invicta em 2015, Haruka Tachimoto partia como favorita à conquista da medalha de ouro no Grand Slam de Paris e não defraudou as expectativas.

PUBLICIDADE

Invicta em 2015, Haruka Tachimoto partia como favorita à conquista da medalha de ouro no Grand Slam de Paris e não defraudou as expectativas. A japonesa impôs-se por ippon a Laura Vargas Koch na final dos -70 kg e repetiu o triunfo de 2012 na capital francesa.

Nos -78 kg o triunfo sorriu a Audrey Tcheumeo. A final frente a Ruika Sato esteve longe de ser interessante e nenhuma das judocas conseguiu pontuar. As três infrações cometidas pela nipónica acabaram por fazer a diferença. Yahima Ramirez foi eliminada no primeiro combate.

Os espetadores presentes puderam festejar outra vitória francesa nos +78 kg. Emilie Andeol, vencedora dos últimos Jogos Europeus, precisou de apenas 20 segundos sobre o tatami para levar de vencida Franziska Konitz por ippon.

Nos homens, Shakhzod Sobirov conquistou o primeiro Grand Slam da carreira nos -81 kg. O judoca do Uzbequistão derrotou o russo Sergey Ryabov com um waza-ari. Diogo Lima e Carlos Luz não foram além do primeiro combate.

Já Célio Dias brilhou nos -90 kg e garantiu a medalha de bronze para Portugal. A categoria foi ganha por Varlam Liparteliani, da Geórgia, que subiu ao lugar mais alto do pódio em Paris pelo terceiro ano consecutivo depois de derrotar Alexandre Iddir no combate decisivo.

O único francês a conquistar a medalha de ouro foi Cyrille Maret, que repetiu assim a vitória do ano passado no Grand Slam parisiense. Um yuko a 45 segundos do final do tempo regulamentar foi suficiente para o gaulês levar de vencida o brasileiro Rafael Buzacarini.

Nos +100 kg, Hisayoshi Harasawa venceu o quarto torneio consecutivo. O japonês derrotou por ippon o brasileiro David Moura na final. Diogo Silva foi eliminado na primeira ronda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Jogos Olímpicos de inverno de 2030 atribuídos aos Alpes franceses mas com condições

Chama olímpica ilumina a parada militar do Dia da Bastilha em França

Carlos Alcaraz vence Roland Garros e conquista pela terceira vez um torneio do Grand Slam