Hillary Clinton: "Assumo a responsabilidade pelos ataques de Bengasi."

Hillary Clinton: "Assumo a responsabilidade pelos ataques de Bengasi."
De  Antonio Oliveira E Silva com Associated Press
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Hillary Clinton assumiu esta quinta-feira a responsabilidade pelos ataques de Bengasi em 2012 contra os EUA

PUBLICIDADE

Três anos depois dos atentados de Bengasi, a que era na altura chefe da diplomacia dos Estados Unidos, foi esta quinta-feira a uma comissão do Congresso (câmara baixa) para explicar o que aconteceu a uma oposição Republicana altamente polarizada e sob uma forte tensão mediática.

Uma audição que é também um acontecimento político e, dizem os Democratas, uma tentativa de prejudicar a muito provável candidatura de Hillary Clinton às eleições presidenciais de 2016.

Durante as primeiras horas da sua comparecência, Clinton assumiu toda a responsabilidade pelo sucedido em 2012:

“Aceitei toda a responsabilidade pelo atentado, e, por isso, fiz mudanças para proteger melhor os nossos cidadãos no terreno e para evitar que novas tragédias aconteçam no futuro”

Várias pessoas morreram no atentado de Bengasi, Líbia, em setembro de 2012, incluindo o Embaixador Christopher Stevens e alguns colaboradores da CIA, operacionais no terreno.

A cidade de Bengasi, situada no litoral Líbio, era, na altura, sede do governo de facto reconhecido internacionalmente.

Washington mantém que os ataques foram perpetrados por grupos próximos da Al-Qaeda.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Duas semanas após a catástrofe, Líbia recupera dezenas de corpos no mar

Centenas de manifestantes em Derna num protesto contra as autoridades

Má gestão e corrupção terão amplificado tragédia na Líbia