EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Mundial de Râguebi: All Blacks e Wallabies em jogo histórico

Mundial de Râguebi: All Blacks e Wallabies em jogo histórico
Direitos de autor 
De  Nelson Pereira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

No sábado, Austrália e Nova Zelândia vão enfrentar-se pela primeira vez, em final do campeonato Mundial de Râguebi, em Twickenham. Um confronto

PUBLICIDADE

No sábado, Austrália e Nova Zelândia vão enfrentar-se pela primeira vez, em final do campeonato Mundial de Râguebi, em Twickenham.

Um confronto histórico que suscita grandes emoções. Neozelandeses e australianos já se encontraram no relvado 154 vezes, depois de 1903, mas nunca numa final.

Os All Blacks são especialistas em jogo polivalente e em contrariar os lances adversários com saltos rápidos e cerrados, a estratégia que tão bem resultou contra os sul-africanos na meia-final, derrotados por 20 a 18.

Os neozelandeses sagraram-se em 1987 e em 2011, sempre em casa, derrotando a França na final. Em caso de vitória no sábado, serão os primeiros a conservar o título de uma edição à seguinte.

The #AllBlacks team taking on Australia in the #RWCFinal has been named: https://t.co/QE0VZCGQIh#NZLvAUSpic.twitter.com/aNRbGiTRL8

— All Blacks (@AllBlacks) 29 Octobre 2015

Os Wallabies gostam de conservar a bola nas mãos durante muito tempo, multiplicando o tempo de jogo e os passes em corredor, imobilizando os adversários em posições de defesa.

Os australianos ergueram a taça em 1991 e 1999, nos dois primeiros mundiais disputados em Inglaterra.

The look of determination from adamcoopy</a>. The final Captain&#39;s Run at <a href="https://twitter.com/rugbyworldcup">rugbyworldcup. #strongerasone#rwc2015pic.twitter.com/Bv0zN84c0o

— Wallabies (@Wallabies) 30 Octobre 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França eliminada do Mundial de Rugby

Tudo a postos em França para o Campeonato do Mundo de Rugby

Gianni Infantino está otimista com futuro do futebol feminino