Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Boutros-Ghali: Primeiro africano a liderar a ONU falece aos 93 anos

Boutros-Ghali: Primeiro africano a liderar a ONU falece aos 93 anos
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro Secretário-Geral da ONU proveniente do continente africano, o egípcio Boutros Boutros-Ghali, faleceu esta terça-feira num hospital de Gizé, nos arredores do Cairo, aos 93 anos de idade.

O anúncio foi feito pelo embaixador venezuelano na ONU, ao início de uma reunião do Conselho de Segurança, marcada por um minuto de silêncio.

Boutros-Ghali tinha desempenhado o cargo cimeiro da ONU entre 1992 e 1996, marcado pela crise da fome na Somália, tendo protagonizado uma das primeiras grandes operações humanitárias das Nações Unidas em África.

O responsável, cujo mandato se cruzou com a guerra na ex-Jugoslávia, tinha sido igualmente criticado pela inação durante o genocídio no Ruanda, ou a falta de intervenção da ONU durante a guerra civil em Angola.

A reação de Ban Ki-Moon: