Mitsubishi admite irregularidades em testes desde 1991

Mitsubishi admite irregularidades em testes desde 1991
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Mitsubishi admite que a falsificação dos resultados dos testes, relativos ao consumo de combustíveis, alegadamente em veículos todo-o-terreno

PUBLICIDADE

A Mitsubishi admite que a falsificação dos resultados dos testes, relativos ao consumo de combustíveis, alegadamente em veículos todo-o-terreno, acontece desde 1991. O grupo iniciou uma investigação interna que vai continuar, até porque o principal está ainda por compreender. A Mitsubishi anunciou também a criação de um grupo de trabalho que vai analisar a questão e apresentar conclusões no prazo de três meses:

“Apesar da investigação estar a decorrer e haver já progressos, os motivos e os responsáveis permanecem por esclarecer. Por isso a investigação vai continuar”, explicou Tetsuro Aikawa, presidente da Mitsubishi Motors.

A construtora automóvel japonesa vai entregar, ao governo, esta terça-feira, o relatório com as irregularidades detetadas numa investigação interna, “inconsistências” detetadas também nos dados referentes a 1992, 2001 e 2007.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Toyota obrigada a parar as 14 fábricas no Japão devido a falha no sistema

Crise na fábrica da Continental na Hungria

Papa pede união pela defesa do clima