Eurocéticos britânicos agitam espantalho da migração para sair da EU

Eurocéticos britânicos agitam espantalho da migração para sair da EU
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os eurocéticos britânicos estão a dar o tudo por tudo para centrar o debate da campanha no tema da imigração. Uma sondagem realizada no rescaldo da

PUBLICIDADE

Os eurocéticos britânicos estão a dar o tudo por tudo para centrar o debate da campanha no tema da imigração.

Uma sondagem realizada no rescaldo da visita de Barack Obama a Londres – onde defendeu a permanência do país na UE – aponta para a vitória do ‘Brexit’ apesar de o presidente dos EUA aparecer como o político mais fiável no assunto.

Em termos de popularidade, David Cameron aparece com 20%, inferior ao do eurocético Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP)

“Este é um passaporte britânico. E quais são as duas primeiras palavras nele? União Europeia. Desde o Tratado de Maastricht, temos sido os cidadãos da União Europeia. Temos que fazer ender às pessoas que a adesão à UE e imigração descontrolada são sinónimos, temos de fazer com que as pessoas entendam que este referendo é sobre o controlo das nossas vidas, das nossas leis e das nossas fronteiras “.

Pese embora a virulência dos argumentos do UKIP, é no seio do seu próprio partido que David Cameron tem de enfrentar os mais combativos contra a sua posição pró-Europa.

Nesta fase e a menos de um mês do referendo, todos os apoios são bem vindos para contrariar o euroceticismo britânico.

Em Berlim, a chanceler alemã, Angela Merkel e o primeiro-ministro letão, Maris Kucinskis deram uma conferência de imprensa conjunta e abordam o tema: “Todos tentam dar a sua própria perspectiva, eu vou dizer o que penso:nós desejamos uma economicamente próspera Grã-Bretanha na União Europeia, embora a decisão real pertença aos cidadãos da Grã-Bretanha.”

Em Londres, o atual governo comprometeu-se a financiar a extensão das vedações ao longo da estrada circular do porto de Calais, a cidade francesa que concentra os migrantes que têm como objetivo entrar na Grã Bretanha.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

OCDE diz que "Brexit" seria como um imposto para os britânicos

"Sim" de Obama à permanência do Reino Unido na UE cria polémica

"Brexit" destroi barreiras ideológicas no Reino Unido