EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Morreu Gene Wilder, génio da comédia

Morreu Gene Wilder, génio da comédia
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Interpretou personagens que marcaram a história do cinema. Sofria da doença de Alzheimer.

PUBLICIDADE

O ator norte-americano Gene Wilder morreu aos 83 anos, vítima de complicações causadas pela doença de Alzheimer.

Conhecido sobretudo como comediante, teve várias colaborações com Mel Brooks (Balbúrdia no Oeste, O Jovem Frankenstein), mas é como Willy Wonka em A Fantástica Fábrica de Chocolate (1971) que se torna um ícone. A personagem, criada por Robert Dahl em Charlie e a fábrica de chocolate, seria novamente interpretada por Johnny Depp na adaptação de Tim Burton em 2005.

Wilder foi ainda realizador de A mulher de vermelho (1984), em que fez também o papel principal – o de um homem de meia-idade, pai de família, que perde a cabeça pela fogosa Kelly LeBrock.

Para muitos, será sempre lembrado como o médico que se apaixona pela ovelha de um paciente, em O ABC do Sexo (1972), de Woody Allen.

Wilder foi nomeado duas vezes para o Óscar. A primeira em 1969 na categoria de melhor ator secundário pela sua participação no filme de Mel Brooks, “Os produtores” e, a segunda em 1975 na categoria de Melhor Argumento Adaptado do filme “O Jovem Frankenstein”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Juíza manda arquivar caso dos documentos secretos contra Trump

Biden pede aos americanos que evitem a violência política após tentativa de assassinato de Trump

Joe Biden defende o seu desempenho no debate, afirmando que sabe “fazer o seu trabalho”