EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Assad reza em Daraya e reforça promessa de acabar com terroristas na Síria

Assad reza em Daraya e reforça promessa de acabar com terroristas na Síria
Direitos de autor 
De  Francisco Marques com Lusa, AMC
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Presidente sírio divulgou a declaração horas antes do início de um cessar-fogo acordado para o país pelos aliados russos e os Estados Unidos.

PUBLICIDADE

O Presidente da Síria, Bashar al-Assad, prometeu esta segunda-feira recuperar o controlo de todo o território, horas antes da entrada em vigor de uma trégua acordada entre os Estados Unidos e a Rússia.

“O Estado sírio está determinado a retomar aos terroristas todas as regiões e a restabelecer a paz e a segurança”, disse Assad aos meios de comunicação oficiais durante uma visita ao antigo bastião rebelde de Daraya, perto de Damasco, acrescentando: “As Forças Armadas prosseguem o seu trabalho, persistentemente e sem hesitações, independentemente de circunstâncias internas ou externas.”

#Syrian leader #Assad prays at #Daraya mosque for #Eid – state mediahttps://t.co/q82nLkTPr4#SANA#Damascus. pic.twitter.com/MdQ6ahav5f

— EurasiaDiary-English (@Eurasia_Eng) 12 de setembro de 2016

Assad participou esta segunda-feira na celebração do feriado muçulmano Eid al-Adha (Dia do Sacrifício) em Daraya, localidade que esteve anos cercada pelas forças do regime e foi recuperada depois de um acordo com os rebeldes alcançado no final de agosto.

“Depois de cinco anos, algumas pessoas ainda não acordaram das suas fantasias”, disse Assad, referindo-se aos protestos antigovernamentais de 2011. “Alguns apostavam nas promessas de potências estrangeiras, que não vão dar em nada”, acrescentou.

Assad, vários dirigentes do seu partido Baas, ministros e deputados assistiram à oração do Eid al Adhana mesquita de Saad Bin Moaz. O ‘mufti’ que presidiu à oração disse que Daraya é um exemplo para a Síria, “a prova viva para todos os sírios de que a única opção é a reconciliação e o abandono dos combates”.

Centro de informação AMC denuncia ataque do regime

O centro de informação de Aleppo (AMC) divulgou entretanto, pelas redes sociais, imagens do que garante serem os momentos após um ataque aéreo das forças do regime de Assad, no domingo, a uma zona controlada por rebeldes naquela cidade no norte da Síria.

O AMC refere a morte de pelo menos 5 pessoas e mais de 20 feridos, na sequência deste ataque de domingo.

Para esta segunda-feira, ao fim do dia, está então previsto um cessar fogo na Síria, que exclui apenas a guerra ao Daesh e à Al-Nusra.

يوم عرفة في #حلب.. خمسة شهداء وعشرات الجرحى بقصف طائرات النظام الحربية على حي الصالحين بحلب ظهر اليوم.#AleppoAMCpic.twitter.com/m2HtPaQC9x

— مركز حلب الإعلامي (@AleppoAMC) 11 de setembro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Síria: Começa cessar-fogo de sete dias mas já há denúncia de violações

Síria: EUA e Rússia elaboram plano conjunto para um cessar-fogo

Duas crianças entre os seis mortos após bombardeamentos de Assad em Idlib