Alemanha: Memorial pela paz alvo de ataques da extrema-direita

Alemanha: Memorial pela paz alvo de ataques da extrema-direita
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Devia ser um memorial pela “paz, liberdade e humanidade”, segundo o autor do monumento inaugurado, esta terça-feira, em Dresden, na Alemanha.

PUBLICIDADE

Devia ser um memorial pela “paz, liberdade e humanidade”, segundo o autor do monumento inaugurado, esta terça-feira, em Dresden, na Alemanha. Mas acabou por estar no centro de uma manifestação da extrema-direita alemã.

Manaf Halbouni, um alemão de ascendência síria, de 32 anos, diz ter-se inspirado numa foto tirada em Alepo para esta sua criação, sem qualquer “mensagem política”, aplaudida por quem ali estava para admirá-la.

Para o criador o monumento pretende mostrar que “a vida continua, apesar de toda a destruição”.

Para militantes da extrema-direita, trata-se de um abuso da liberdade artística e um ataque à sua identidade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alemães marcham contra a extrema-direita em Dresden

Israel lança ataque contra Damasco e faz dois mortos

Guerra na Faixa de Gaza é um conflito mortal para jornalistas