Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Freedrum: Bateria com batida virtual

Freedrum: Bateria com batida virtual
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Philip Robertson é um baterista empenhado, mas trocou o estúdio de ensaios, pelas ruas de Malmo, na Suécia. É o líder do projeto Freedrum, um kit de bateria de realidade virtual que pode ser transportado no bolso. Basta uma aplicação num tablet ou num smartphone; os sensores detetam movimentos e disparam instantaneamente diferentes sons de bateria.

“Os sensores compreendem os ângulos da batida, desta forma é possível perceber qual a bateria, a altura da batida e a intensidade. Desta forma é possível tocar suavemente ou com mais força”, diz Philip Robertson.

A ideia surgiu quando o filho do inventor quis começar a aprender bateria, aos 10 anos. Em dezembro do ano passado, o projeto Freedrum completou uma campanha de crowdfunding, no site Kickstarter, e arrecadou mais de 584 mil euros, para que esta bateria virtual possa continuar a bater.