EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

90 dólares para participar no assassinato de Kim Jong-nam

90 dólares para participar no assassinato de Kim Jong-nam
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pouco mais de 90 dólares, foi o dinheiro que a cidadã indonésia afirma ter recebido para participar no ataque a Kim Jong-nam, o meio-irmão do líder da Coreia do Norte , e que acreditava ser uma brinca

PUBLICIDADE

Pouco mais de 90 dólares, foi o dinheiro que a cidadã indonésia afirma ter recebido para participar no ataque a Kim Jong-nam, o meio-irmão do líder da Coreia do Norte
, e que acreditava ser uma brincadeira, adiantou, este sábado, a representação diplomática da Indonésia na Malásia.

Suspect in Kim Jong-nam killing 'was paid $90' to carry out 'what they thought was a prank' https://t.co/0IOGg3TLhfpic.twitter.com/KqXU0dYgh1

— ITV News (@itvnews) February 25, 2017

Duas mulheres – uma indonésia e outra vietnamita – foram detidas. Segundo a polícia, uma delas sofreu com os efeitos de VX, o químico usado no assassinato.

Entretanto o aeroporto internacional de Kuala Lumpur vai ser cuidadosamente limpo para eliminar qualquer possível traço do veneno.

Segundo o embaixador da Indonésia na Malásia, Andreano Erwin, a cidadã da indonésia colaborou na identificação de outros suspeitos.

“Ela só disse que alguém lhe pediu para fazer isto e que lhe entregaram uma espécie de óleo de bebé. Ela disse que conheceu algumas pessoas que pareciam japoneses ou coreanos”, afirmou o embaixador da Indonésia na Malásia.

Entretanto, a Malásia pretende emitir um mandado de prisão para o diplomata norte-coreano, Hyon Kwang Song, se ele não cooperar voluntariamente com a polícia na investigação sobre o assassinato de Kim Jong-nam.

“Como referiu o Inspector Geral da Polícia, se após um período de tempo razoável, essa pessoa não der uma resposta positiva ao nosso pedido, vamos compelir a que ela se apresente. Vamos esperar apenas um pouco mais para fazer isso,” declarou o chefe de polícia de Selangor, Abdul Samah Mat.

Suspect in Kim Jong-nam killing 'was paid $90' to carry out 'what they thought was a prank' https://t.co/0IOGg3TLhfpic.twitter.com/KqXU0dYgh1

— ITV News (@itvnews) February 25, 2017

Kim Jong-nam foi assassinado em 13 de fevereiro no aeroporto internacional de Kuala Lumpur com o agente nervoso VX, um produto químico classificado pelas Nações Unidas como uma arma de destruição maciça.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coreia do Sul quer que Rússia cesse de imediato acordo com Coreia do Norte

Kim Jong-un promete apoio total a Putin na invasão russa da Ucrânia

Putin esperado na Coreia do Norte