EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Trump afirma não ter política isolacionista depois de encontro com Angela Merkel

Trump afirma não ter política isolacionista depois de encontro com Angela Merkel
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A chanceler alemã Angela Merkel e o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falaram em conferência de imprensa depois do tão aguardado primeiro encontro entre ambos, na Casa Branca, em…

PUBLICIDADE

A chanceler alemã Angela Merkel e o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, falaram em conferência de imprensa depois do tão aguardado primeiro encontro entre ambos, na Casa Branca, em Washington.

A participação na Organização do Tratado do Atlântico Norte esteve em cima da mesa: “Durante o nosso encontro agradeci à chanceler Merkel pelo compromisso do governo alemão de aumentar o orçamento de defesa e trabalhar para o objectivo de contribuir com pelo menos dois por cento do PIB. Quero agradecer à chanceler pela sua liderança apoiante da NATO e os seus esforços no Afeganistão.” declarou Donald Trump.

Merkel sublinhou as diferenças existentes entre ambos, mas apontou o caminho: “Penso que tivemos uma conversação em que constatámos ter opiniões diferentes mas em que tentámos reunir as pessoas e dizer: este é o nosso ponto de vista, qual é o ponto de vista americano? e depois encontrar soluções, compromissos, que sejam bons para ambos os lados. Tem de ser justo.”

Uma conferência de imprensa onde Trump declarou insistentemente não ter uma política isolacionista e dizendo que, não a tendo, os Estados Unidos também não podiam continuar a ser tratados tão “injustamente” como até aqui.

Angela Merkel, por seu lado, não deixou de frisar ser a União Europeia a entidade que engloba a Alemanha nas directrizes de comércio externo.

Ucrânia e Afeganistão também foram assuntos abordados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Trump e Merkel em Washington para falar de política, mas também de economia

Democratas pressionam Joe Biden para reavaliar candidatura às presidenciais

Trump aceita nomeação para corrida presidencial e cita Orbán no discurso