A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Takata declara falência

Takata declara falência
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O fabricante japonês Takata declarou bancarrota face às perdas multimilionárias derivadas dos seus airbags defeituosos, que obrigaram a maior recolha de produtos de sempre na indústria automóvel.

Em comunicado, a empresa nipónica precisou ter concluído um acordo para vender a totalidade das atividades à norte-americana Key Safety Systems (KSS), controlada pela chinesa Ningbo Joyson Electronic, pour um montante equivalente a 1.400 milhões de euros.

A Takata, com mais de 80 anos de atividade, não sobrevive assim ao enorme escândalo dos airbags defeituosos, que terão equipado 19 construtores automóveis e serão responsáveis por pelo menos 16 mortes em todo o mundo, que obrigaram a recolher cerca de 100 milhões de unidades.