Incêndios no norte do país evoluem de forma favorável, diz ANPC

Incêndios no norte do país evoluem de forma favorável, diz ANPC
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Um dos incêndios de Mangualde foi dado como controlado no início da madrugada de segunda-feira.

PUBLICIDADE

Dois dos três incêndios que deflagraram na tarde de domingo no concelho de Mangualde, distrito de Viseu, continuam ativos, enquanto o terceiro está em resolução, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

Continuam a lavrar os fogos em Abrunhosa-a-Velha e em Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, mas a situação está a evoluir favoravelmente, adiantou, pela 01:10, fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na internet, pela 01:30, os incêndios em Abrunhosa-a-Velha e em Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, mantinham-se ativos, mobilizando então um total de 360 operacionais, apoiados por 107 veículos.

De acordo com a ANPC, os três incêndios começaram num intervalo de tempo curto – de 17 minutos -, entre as 15:52 e as 16:09, nas freguesias de Abrunhosa-a-Velha, de Cunha Baixa e de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães.

No concelho de Alijó, em Vila Real, um incêndio lavra desde as três horas da manhã de domingo e já obrigou a que dezenas de idosos e crianças fossem retirados da aldeia de Vila Chã.

Autarca de Alijó alerta que fogo está “muito preocupante” https://t.co/H3aQPGlrrn

— Público (@Publico) July 16, 2017

O SIRESP volta a mostrar problemas. Em declarações à RTP, Patrícia Gaspar, da Proteção Civil, confirmou que “houve, durante a tarde, falhas pontuais, mas ressalvou que a capacidade de comunicações já tinha sido reforçada.

Proteção Civil confirma falhas no SIRESP em Alijó https://t.co/NPHCSYW2uRpic.twitter.com/9XEnqgKFKj

— Jornal de Notícias (@JornalNoticias) July 16, 2017

Durante a tarde de domingo, registou-se ainda, um acidente com um helicóptero que combatia as chamas, em Alijó. O piloto teve apenas algumas escoriações.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Operação Influencer. Alegações do MP consideradas “vagas” mas há risco de decisões contraditórias

As cinco divergências do frente a frente entre Luís Montenegro e Pedro Nuno Santos

AD vence eleições nos Açores sem maioria absoluta