EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

A lenda de Bolt está a chegar ao fim

A lenda de Bolt está a chegar ao fim
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Usain Bolt derrotado na última corrida de 100 metros

PUBLICIDADE

Onze medalhas de ouro Olímpicas, oito títulos de campeão do mundo e o estatuto de homem mais rápido da história são mais que suficientes para garantir a Usain Bolt um lugar entre os melhores desportistas de sempre.

Aos 30 anos de idade, o jamaicano participa nos últimos Campeonatos do Mundo, em Londres mas ficou-se pelo bronze nos 100 metros. Para Bolt, trata-se de um sinal de que a há muito anunciada reforma tem toda a razão de ser:

“O meu corpo está a dizer-me que chegou o momento. Doem-me as pernas, nunca me tinha acontecido isso após uma corrida. Estas dores significam que está na altura de dizer adeus.”

Desde 2007 que Bolt não era derrotado numa grande competição. A medalha de ouro foi arrebatada por Justin Gatlin, norte-americano com um passado ligado ao doping.

Um pormenor que não foi esquecido e não foi por acaso que os adeptos presentes no estádio reagiram de forma negativa quando o nome de Gatlin foi anunciado.

A derradeira corrida está marcada para o próximo sábado, quando Usain Bolt entrar em pista para defender as cores da Jamaica na estafeta de 4×100 metros.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Recordista mundial da maratona Kelvin Kiptum morre aos 24 anos em acidente

Oscar Pistorius libertado da prisão

Mundiais de Atletismo terminam em Budapeste sem brilho português