Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Azerbaijão chama "propaganda" a acusações de corrupção

Azerbaijão chama "propaganda" a acusações de corrupção
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Azerbaijão nega as alegações da OCCPR, sigla inglesa para Projeto de Jornalistas para Investigação sobre Corrupção e Lavagem de Dinheiro, de ter gerido um fundo secreto de cerca de dois mil e trezentos milhões de euros para pagamento a políticos europeus e lavagem de dinheiro para benefício da elite Azeri, através do porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Hikmat Hajiyev, em entrevista à euronews: “Este relatório de alguns meios de comunicação sobre alegada corrupção no Azerbaijão é completamente falso. Temo-lo como um exemplo claro de fake news e de propaganda contra o Azerbaijão e rejeitamo-lo totalmente. Temos factos irrefutáveis de que esta propaganda de guerra fria foi originada e orquestrada pelo lobby arménio e pelo fundo Soros contra o meu país. Lamentamos que a Transparência Internacional seja opaca e preconceituosa quanto ao Azerbaijão. Se levarem o assunto ao Conselho Europeu, estamos prontos a desafiar a acuidade de relatórios tão tendenciosos.”

Esta quinta-feira a Transparência Internacional, uma das co-autoras da investigação, apresenta o dossier em Estrasburgo, ao grupo investigativo de corrupção da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa.

Casey Kelso, diretor jurídico na Transparência Internacional, explica o objetivo: “Atualmente nesta Assembleia Parlamentar ninguém é punido se se apurar que recebe este tipo de pagamentos. Não há outro procedimento senão suspender-lhes viagens ou impedir que votem, ou seja, sem acusação criminal.”

Um organismo que pretende assegurar a probidade democrática europeia e que ouvirá relatos de implicação de alguns dos antigos membros, segundo a investigação, e que não se sabe como reagirá posteriormente.