Última hora

Primeiro-ministro japonês dissolve câmara baixa do Parlamento

Primeiro-ministro japonês dissolve câmara baixa do Parlamento
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro japonês dissolveu a câmara baixa do parlamento, provocando eleições antecipadas. O escrutínio deve realizar-se a 22 de outubro. Shinzo Abe justifica a decisão com o objetivo de submeter o seu projeto económico à aprovação dos eleitores, mas também a sua posição em relação à crise que envolve a Coreia do Norte.

O Partido Liberal Democrata de Shinzo Abe detém atualmente uma maioria de dois terços.

O principal partido da oposição tem atravessado um momento turbulento, mas a carismática Governadora de Tóquio fundou esta semana o Partido da Esperança, a quem as últimas sondagens mostram em crescendo.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.