A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Justiça argentina quer fim de imunidade de Kirchner

Justiça argentina quer fim de imunidade de Kirchner
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça argentina pediu à Câmara Alta do parlamento o levantamento da imunidade de Cristina Kirchner, já que sobre ela recai um mandado de detenção. A ex-presidente da Argentina está acusada de "traição" por ter, alegadamente, feito um pacto com o Irão para encobrir altos funcionários deste país, suspeitos de terem ordenado um atentado contra a sede da Associação Mutualista Israelita Argentina (Amia) em 1994. Kirchner foi eleita senadora em outubro último e deverá assumir funções a 10 de dezembro.

Foi também decretada a prisão do ex-ministro dos Negócios Estrangeiros, Hector Timermann, e de outros altos funcionários argentinos.

(Com Lusa)