Última hora
This content is not available in your region

Sinal detetado não pertence ao submarino ARA San Juan

Sinal detetado não pertence ao submarino ARA San Juan
Tamanho do texto Aa Aa

A Marinha argentina anunciou já que o contacto detetado pelas equipas de busca no passado sábado não pertence ao submarino ARA San Juan, desaparecido no dia 15 de novembro.

A confirmação foi dada depois de a embarcação russa Panther Plus, operada de forma remota, ter investigado a proveniência do sinal e concluído que pertencia a material de outro barco naufragado.

No entanto, houve um outro sinal detetado a 814 metros de profundidade e que será investigado assim que as condições meteorológicas o permitirem.

Apesar de as famílias terem alimentado durante muito tempo a esperança num resgate, as autoridades já não acreditam mais no salvamento com vida dos 44 tripulantes que estavam a bordo.

Este já não era o primeiro contacto registado. Anteriormente, foi um barco de pesca naufragado a induzir em erro as tentativas de salvamento.

As operações de busca e resgate mobilizaram até ao momento o apoio de 13 países.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.