Última hora

Última hora

UE estende a mão aos britânicos

Em leitura:

UE estende a mão aos britânicos

UE estende a mão aos britânicos
@ Copyright :
REUTERS/Vincent Kessler
Tamanho do texto Aa Aa

Bruxelas estende a mão ao Reino Unido. O presidente da Comissão Europeia, Jean Claude Juncker, e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, lançaram um apelo aos britânicos sublinhando que a porta da União permanece aberta.

"Se o governo do Reino Unido permanecer fixo na ideia de sair, o Brexit vai tornar-se numa realidade com todas as consequências negativas em março do próximo ano, a não ser que haja uma mudança de ideias entre os nossos amigos britânicos. Não foi David Davis que disse: se uma democracia não conseguir mudar de ideias, deixa de ser democracia"? Nós, aqui no continente, não mudamos o nosso coração. Os nossos corações continuam abertos para vocês", Declarou Tusk durante uma sessão no Parlamento Europeu em Estrasburgo.

Quem tomou a palavra para ironizar foi o coordenador da União Europeia para o Brexit, Guy Verhofstad. O ex-primeiro-ministro belga declarou que Theresa May gaba-se de introduzir medidas que no fim de contas têm a sua raiz em diretivas europeias.

Verhofstad questionou se os negociadores europeus não terão colocado alguma coisa no chá de Nigel Farage, pelo facto do acérrimo defensor do Brexit ter passado a de um segundo referendo sobre a saída do reino unido da União Europeia.

Uma consulta popular é também defendida pelo antigo primeiro-ministro britânico, Tony Blair.