Última hora

Última hora

Liga Europa 1/4 final: Sporting - Atlético de Madrid reeditam duelo ibérico

Em leitura:

Liga Europa 1/4 final: Sporting - Atlético de Madrid reeditam duelo ibérico

A caminho da final de Lyon, o sorteios dos *quartos" da Liga Europa
@ Copyright :
REUTERS/Pierre Albouy
Tamanho do texto Aa Aa

O Sporting vai disputar pela segunda vez na sua história uma eliminatória com o Atlético Madrid, novamente na Liga Europa de futebol. Os espanhóis são os grandes favoritos na competição, mas os "leões" já assumiram este ano a ambição de um título europeu.

Depois de Astana e Viktoria Plzen, desta vez o sorteio dos quartos de final não foi 'simpático' para os 'leões', que vão ter pela frente o atual segundo classificado do campeonato espanhol e uma equipa a atravessar o melhor momento da temporada.

O diretor desportivo do Sporting, André Geraldes, garante que os lisboetas vão "mostrar a sua identidade" frente ao Atlético de Madrid.

"Temos de ter atitude e compromisso. Estes são os palcos onde queremos estar. Se estamos aqui significa que estamos entre os melhores", observou André Geraldes, reagindo ao sorteio realizado na sede da UEFA, em Nyon (Suíça).

O dirigente assinalou ainda que, após ter atingido uma fase tão avançada da prova, o Sporting deve estar "preparado para tudo", em especial frente a um adversário considerado o grande favorito na competição.

"Existem equipas que, tal como nós, poderiam estar na Liga dos Campeões. O Atlético de Madrid é uma grande equipa e disputa os títulos nas competições em que entra", acrescentou o representante do Sporting em Nyon.

Pelo Atlético de Madrid, Clemente Villaverde qualificou de "interessante" o confronto com o Sporting, antevendo uma deslocação em massa de adeptos espanhóis a Lisboa.

"É uma eliminatória interessante e uma deslocação acessível para os nossos adeptos", assinalou o dirigente do segundo classificado do campeonato espanhol, considerando "indiferente jogar a primeira ou a segunda mão em casa".

"Nesta fase, ambos os jogos são importantes", sustentou Villaverde, partilhando o favoritismo na prova porque defende que os clubes ainda em competição têm a mesma possibilidade de erguer o troféu, mas advertiu: "em matéria de entusiasmo, poucas equipas ganham" ao Atlético de Madrid.

Os jogos entre o atual segundo classificado do campeonato espanhol e o terceiro posicionado da Liga portuguesa realizam-se em 05 de abril, em Madrid, e em 12 de abril, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, ambos às 20:05 (hora de Lisboa).

Um duelo pouco feliz em Alvalade

Nos últimos 12 jogos em todas as competições, a formação do argentino Diego Simeone somou 11 vitórias e apenas foi derrotada pelo FC Barcelona (1-0 em Camp Nou, por culpa de um livre de Messi). A juntar a esse registo, leva 32 golos marcados e apenas cinco sofridos.

Só na última ronda da Liga Europa, o Atlético Madrid "despachou" o Lokomotiv Moscovo, de Manuel Fernandes e Éder, e líder do campeonato russo, com um triunfo por 3-0 em Espanha e uma goleada de 5-1 na Rússia.

No campeonato espanhol, os "colchoneros" são os únicos na luta pelo título com o FC Barcelona, embora a derrota em Camp Nou tenha alargado a desvantagem para oito pontos.

Sporting e Atlético Madrid encontraram-se apenas uma vez, em 2010, nos oitavos de final da Liga Europa, com os espanhóis a seguirem em frente, acabando por vencer a competição.

Para a história ficaram dois empates, com os "rojiblancos" a beneficiarem da regra dos golos marcados fora. No primeiro jogo, o Sporting foi a Madrid empatar a zero, mas o 2-2 alcançado em Alvalade acabou por ditar a eliminação.

Nesse jogo, com Carlos Carvalhal no comando dos "leões" e Quique Flores, ex-técnico do Benfica, no lado do Atlético, Liedson e Anderson Polga fizeram os golos do Sporting; o argentino Sergio Agüero "bisou" para os espanhóis.

Dois anos depois, em 2011/12 o Atlético Madrid viria a conquistar novamente a Liga Europa, desta vez já sob o comando de Diego Simeone.

O argentino foi determinante no sucesso dos "colchoneros", tendo também levado a sua equipa a duas finais da Liga dos Campeões, em 2013/14 e 2015/16, ambas perdidas, por muito pouco, para o Real Madrid.

O "novo" Atlético de Madrid

Com o regresso de Diego Costa na reabertura do mercado de transferências, o Atlético Madrid ganhou novo fôlego, sobretudo na frente de ataque, com o hispano-brasileiro a fazer uma bela dupla com o francês Antoine Griezmann.

Costa começou a jogar na Europa por um clube português, o Penafiel; o outro, Griezman, é descendente de emigrantes portugueses.

Baixa certa será o lateral Filipe Luís, que sofreu na quinta-feira uma lesão grave, ao ser pontapeado inadvertidamente por Éder. O brasileiro vai falhar o resto da temporada.

Na baliza, destaque ainda para o esloveno Jan Oblak, antigo guarda-redes do Benfica, o menos batido na Liga espanhola.

Bruma contra Rolando

Nos restantes duelos dos "quartos" da Liga Europa, a Lazio, de Nani, vai medir forças com o Salzsburgo, a grande surpresa da prova, enquanto o Leipzig, de Bruma, terá pela frente o Marselha, de Rolando.

Arsenal e CSKA Moscovo completam o quadro de jogos dos quartos-de-final.