Última hora

Última hora

Sarkozy recorre de acusações de tráfico de influências e corrupção

Em leitura:

Sarkozy recorre de acusações de tráfico de influências e corrupção

Sarkozy recorre de acusações de tráfico de influências e corrupção
@ Copyright :
Ludovic Marin/Pool via Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Os advogados do antigo presidente de França, Nicolas Sarkozy, anunciaram o recurso das acusações de corrupção ativa e tráfico de influências no chamado 'caso das escutas', conforme avançou o jornal gaulês Le Monde.

O processo é referente a 2014, quando o ex-presidente francês - que governou o país entre 2007 e 2012 - terá tentado obter informações que estavam em segredo de justiça junto de Gilbert Azibert, então um alto magistrado do Tribunal de Cassação, num processo em que pedia a restituição das suas agendas apreendidas no caso da herdeira do grupo L’Oreal Liliane Bettencourt.

A investigação foi concluída em 2016, mas os diversos recursos prolongaram o processo e só esta quinta-feira foi assinada a decisão dos juízes de instrução, que permite recurso.

Em troca das informações sobre o alegado financiamento ilegal da campanha de 2007, Sarkozy terá supostamente prometido uma promoção para um cargo importante no Mónaco.

Tal como o antigo presidente, também o referido magistrado e o advogado Thierry Herzog vão ser levados a tribunal, em linha com o que havia sido pedido pelo Ministério Público no passado mês de outubro.

A acusação chega uma semana depois de Nicolas Sarkozy ter sido detido no âmbito do caso das ligações à Líbia pelo financiamento da sua campanha de 2007. Este é um dos vários casos de corrupção que visam Sarkozy, de 63 anos, que continua a negar a prática de qualquer crime.