EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Crise diplomática entre Rússia e Reino Unido agrava-se

Crise diplomática entre Rússia e Reino Unido agrava-se
Direitos de autor REUTERS/Maxim Shemetov
Direitos de autor REUTERS/Maxim Shemetov
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Moscovo quer menos 50 diplomatas e funcionários nas representações diplomáticas britânicas e exige uma explicação para buscas a um avião da Aeroflot em Heathrow.

PUBLICIDADE

A crise diplomática entre o Reino Unido e a Rússia aprofunda-se. Moscovo exigiu que Londres retire mais 50 diplomatas e funcionários das representações diplomáticas britânicas na sequência do caso Serguei Skripal.

O Kremlin pretende paridade e diz que os britânicos têm "meia centena de pessoas a mais".

Os russos exigem também uma explicação para o facto de um avião da companhia aérea russa Aeroflot ter sido alvo de buscas no aeroporto londrino de Heathrow.

"Eles apresentaram-se como sendo representantes do governo britânico e que tinham o direito de fazer os que lhes apetecesse - que tinham o direito de inspecionar o avião por dentro de por fora, zonas de carga, compartimentos de bagagens, tudo", disse Vitaly Mitrofanov, piloto da Aeroflot.

Moscovo garante que se não houver uma explicação plausível, o Kremlin reserva-se no direito de agir da mesma forma com os aviões da British Airways, isto depois de anunciar a expulsão de uma série de diplomatas de 23 países, que tiveram uma ação simétrica.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Filha de espião russo fora de perigo

Caso Skripal: Boris Johnson reforça críticas à Rússia

Caso Skripal: eurodeputados reagem a posição de Portugal