Última hora
This content is not available in your region

Weinstein indiciado por violação

euronews_icons_loading
Weinstein indiciado por violação
Direitos de autor
Steven Hirsch/via REUTERS
Tamanho do texto Aa Aa

Menos de uma semana depois de se ter entregado às autoridades, Harvey Weinstein conhece os crimes pelos quais vai ser julgado.

O produtor de cinema foi formalmente indiciado por violação e crimes sexuais contra duas mulheres que podem valer-lhe 25 anos de prisão.

Uma acusação que surge na sequência de vários meses de investigação e de dezenas de denúncias de abusos sexuais.

Weinstein vai aguardar julgamento em liberdade, depois de ter pago uma caução de um milhão de dólares.

Nas palavras do procurador distrital de Nova Iorque, "esta pronúncia coloca o arguido mais perto de responder pela violência de que é acusado".

O caso Weinstein chegou à justiça através do jornal New York Times e da revista New Yorker que recolherem denúncias de várias mulheres. Acusações que originaram um movimento sem precedentes contra o assédio sexual no local de trabalho.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.