Última hora

Equador garante que o "caso Assange não será abordado" na visita de Moreno a Londres

Equador garante que o "caso Assange não será abordado" na visita de Moreno a Londres
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O caso do australiano Julian Assange, fundador do WikiLeaks, não será abordado durante a visita do presidente do Equador, Lenín Moreno, à Europa.

É assim, num comunicado, que o ministério equatoriano das Relações Exteriores e Mobilidade põe fim aos rumores segundo os quais esta visita de Moreno serviria para tratar do caso de Assange.

Lenín Moreno, participa esta terça-feira na Cimeira Mundial sobre Deficiência, em Londres, depois vai a Edimburgo, na Escócia e a seguir parte para Madrid.

Julien Assange, procurado pela justiça norte-americana por causa dos milhares de dossiers divulgados pelo Wikileaks, está refugiado desde 2012 na embaixada do Equador, em Londres.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.