700 migrantes saltam cerca entre Marrocos e Ceuta

700 migrantes saltam cerca entre Marrocos e Ceuta
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Esta terá sido uma das entradas mais numerosas e violentas dos últimos tempos. Os migrantes levavam armas improvisadas e artesanais para escapar às autoridades.

PUBLICIDADE

Cerca 700 migrantes subsaarianos conseguiram saltar, esta quinta-feira de manhã, a cerca que separa Marrocos de Ceuta. A passagem massiva ocorreu por volta das 7h da manhã, hora local, 6h em Lisboa. A polícia marroquina e elementos da Guardia Civil espanhola tentaram controlar os migrantes, sem grande sucesso.

A entrada foi feita através da cerca com seis metros de altura numa zona fora do alcance das câmaras de vigilância.

Mesmo assim, as autoridades garantem que conseguiram deter centenas de pessoas em território marroquino.

Os meios de comunicação espanhóis dizem ainda que esta foi uma das maiores e mais violentas passagens dos últimos tempos...sobretudo porque alguns migrantes tinham armas improvisadas e artesanais, como cal viva, ácido e lança-chamas, para fugir às autoridades.

Pelo menos 132 migrantes e 22 agentes ficaram feridos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Migrantes que entraram em Ceuta reencaminhados para Marrocos

Espanha diminui benefícios a migrantes ilegais

Nos bastidores do Troféu Hassan II, o mais famoso torneio de golfe de Marrocos