Vírus do Nilo Ocidental continua a matar na Grécia

Vírus do Nilo Ocidental continua a matar na Grécia
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O vírus do Nilo Ocidental já matou 17 pessoas na Grécia. A Associação Médica de Atenas está a pressionar as autoridades para alinhavarem um plano de ação de emergência para lidar com o que dizem ser uma ameaça crescente para a saúde pública.

PUBLICIDADE

O vírus do Nilo Ocidental já matou 17 pessoas na Grécia. A Associação Médica de Atenas está a pressionar as autoridades para alinhavarem um plano de ação de emergência para lidar com o que dizem ser uma ameaça crescente para a saúde pública.

Houve uma grande epidemia na Roménia em 1996 e desde então há casos em países europeus. Nos últimos 10 anos, houve casos quase todos os Verões, na Europa Central e do Sul.

A Euronews falou com a diretora do Departamento de Doenças Infecciosas do Centro Grego de Controlo e Prevenção de Doença, Danae Pervanidou: "Este ano tivemos mais casos que aconteceram muito mais cedo, comparando com anos anteriores, e este é um fenómeno que está a acontecer noutros países europeus também. Tivemos um início precoce e um elevado aumento dos casos".

Em Portugal, o último caso humano de infeção pelo vírus do Nilo Ocidental confirmado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge data de 2015.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Grécia aposta no desenvolvimento da produção de biometano em parceria com Itália

Grécia mais acessível para os turistas turcos

Agricultores gregos exigem ao governo apoio financeiro para o setor