Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

ONU insiste: Lula deve poder participar nas eleições

ONU insiste: Lula deve poder participar nas eleições
Tamanho do texto Aa Aa

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos disse, mais uma vez, que o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Luiz Inácio Lula da Silva, deve poder concorrer às eleições presidenciais de outubro.

As Nações Unidas dizem que Brasília deve cumprir a recomendação e assegurar a candidatura do antigo presidente brasileiro, que cumpre uma pena de 12 anos em Curitiba por corrupção e lavagem de dinheiro.

O documento da ONU, dado a conhecer pelos media brasileiros esta segunda-feira, é uma reação ao pedido da defesa de Lula da Silva, que defende que a decisão é "obrigatória e vinculante."

Em agosto, o Alto Comissariado já se tinha manifestado, definindo que o antigo presidente deveria ter todos os direitos assegurados, incluindo o livre acesso à imprensa e membros do seu partido político.

Para o Alto Comissariado, Lula deve ter o direito a participar no processo até que estejam esgotados todos os recursos da sua condenação.

Defesa não desiste

Os advogados de Lula dizem que não vão desistir, mas a Justiça eleitoral avisou que o PT tem até às 19 horas locais de segunda-feira para apresentar um novo candidato.

Falta menos de um mês para as presidenciais mais imprevisíveis desde que o Brasil voltou à democracia, em 1985.

O recente ataque com arma branca de que foi vítima o candidato populista Jair Bolsonaro não parece ter tido o efeito que alguns esperavam.

A Datafolha refere 24% por cento de intenções de voto e uma derrota na segunda volta frente a todos os candidatos. Tinha 22% antes do incidente.

O provável candidato do PT, substituto de Lula, Fernando Haddad, conta com apenas 9% das intenções de voto.