EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Parlamento Europeu aprova lei dos Direitos de Autor

Parlamento Europeu aprova lei dos Direitos de Autor
Direitos de autor 
De  Ricardo Borges de Carvalho com LUSA
Publicado a Últimas notícias
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Com 438 votos a favor, 226 contra e 39 abstenções, eurodeputados aprovam reforma que pode significar o fim de muitos conteúdos gratuitos na Internet. Plataformas digitais vão ter de verificar se vídeos dos utilizadores não estão protegidos por copyright antes de os publicarem.

PUBLICIDADE

Poderá ser o fim de muitos conteúdos gratuitos na Internet.

O Parlamento Europeu aprovou esta quarta-feira a reforma às regras dos direitos de autor nas plataformas digitais.

O artigo 11 e o 13 são os artigos mais polémicos e ficaram conhecidos como a "taxa dos links" e "os filtros de upload".

O artigo 11 obriga os agregadores de notícias, como o Google News, a pagarem às empresas que produzem a informação.

Já o artigo 13, exige que plataformas como o Youtube ou Facebook verifiquem que os conteúdos que os utilizadores colocam não estão protegidos pelos direitos de autor, antes de se tornarem públicos.

A posição dos eurodeputados foi aprovada em plenário por 438 votos a favor, 226 contra e 39 abstenções. Foi bem recebida pelas empresas de media e produtores de conteúdos, mas as organizações de defesa do consumidor lembram o reverso da medalha.

Ursula Pachl, da Organização Europeia dos Consumidores defende que "o principio é bom e concordamos com ele, mas também apoiamos os consumidores que se querem tornar criadores. Por exemplo, se fizerem um vídeo a dançar uma música e depois o colocarem na internet, deveria ser possível, uma vez que não tem qualquer intenção comercial, nem prejudica ninguém, e é divertido para as pessoas poderem partilhá-lo com os amigos e família. E isso está em risco devido ao texto que foi agora adotado".

Segue-se agora uma fase de negociações entre a Comissão Europeia e os estados membros para conciliar as diferentes posições antes de se atualizarem as leis de direitos de autor.

O objetivo da Comissão Europeia é que estas grandes plataformas dividam as receitas de forma mais justa com as indústrias criativas da Europa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Internet: Criadores vão receber mais pelos direitos de autor

Google recolhe informação não autorizada

Direitos de autor: revisão da diretiva adiada para setembro