Última hora

Última hora

Erdogan "preocupado" com desaparecimento de jornalista saudita

Em leitura:

Erdogan "preocupado" com desaparecimento de jornalista saudita

Erdogan "preocupado" com desaparecimento de jornalista saudita
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente turco está a acompanhar pessoalmente o caso do desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi. Crítico do regime de Riade e exilado no exterior, Kashoggi está desaparecido desde terça-feira.

As autoridades turcas acreditam que o jornalista foi assassinado no consulado da Arábia Saudita em Istambul. Tayyip Erdogan mostra-se preocupado mas tem esperança de um desfecho diferente. "Tudo está a ser investigado, incluindo entradas e saídas do consulado. Partidas e chegadas do aeroporto também estão a ser investigadas," afirma o chefe de Estado turco.

Kashoggi foi visto pela última vez no interior do consulado saudita, onde foi levantar documentos necessários para o casamento. Foi aliás a sua noiva que deu o alarme, quando não regressou.

É considerado um dos mais influentes jornalistas sauditas e estava a viver nos Estados Unidos há um ano. Escreve para o Washington Post e tem mais de um milhão de seguidores no Twitter.

Esta semana, o jornal norte-americano deixou em branco o espaço onde deveria estar a coluna de opinião de Kashoggi com o título: uma voz em falta.

Fonte oficial citada pela agência Reuters diz que tudo indica que o jornalista morreu dentro do consulado num "assassinato premeditado".