Última hora

Última hora

Antonio Tajani pede calma e respeito

Em leitura:

Antonio Tajani pede calma e respeito

Antonio Tajani pede calma e respeito
Tamanho do texto Aa Aa

O braço de ferro entre Bruxelas e Roma a propósito do orçamento italiano tem dominado as atenções no cenário político europeu e nenhuma das partes parece disposta a ceder. O italiano Antonio Tajani encontra-se numa posição privilegiada, ou não estivesse dos dois lados da barricada. Em entrevista à euronews, o presidente do Parlamento Europeu deu uma no cravo e outra na ferradura:

"Não concordo com a posição italiana mas também não estou de acordo com a linguagem utilizada pela comissão europeia contra a Itália. Não concordo com a comissão europeia quando se coloca contra um estado membro, quando assume uma posição de força, uma postura agressiva.

Este momento é difícil para a Europa e para as instituições europeias, existem muitos partidos populistas. Precisamos de ter calma, precisamos de estudar o orçamento e precisamos de decidir. Não é uma batalha entre Bruxelas e Roma."

Batalha foi aquilo a que se assistiu esta quarta-feira em Estrasburgo entre Tajani e Nigel Farage, o inglês riu-se de uma intervenção do italiano e o italiano não gostou:

"No parlamento precisamos de respeitar os valores e as regras. É possível estar contra a União Europeia mas precisamos de respeitar as outras opiniões. Respeito as pessoas que estão a favor do Brexit, estou contra mas respeito. Não me ponho a rir... isto não é um circo, é o Parlamento Europeu e precisamos de o respeitar."