Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Antonio Tajani pede calma e respeito

Antonio Tajani pede calma e respeito
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O braço de ferro entre Bruxelas e Roma a propósito do orçamento italiano tem dominado as atenções no cenário político europeu e nenhuma das partes parece disposta a ceder. O italiano Antonio Tajani encontra-se numa posição privilegiada, ou não estivesse dos dois lados da barricada. Em entrevista à euronews, o presidente do Parlamento Europeu deu uma no cravo e outra na ferradura:

"Não concordo com a posição italiana mas também não estou de acordo com a linguagem utilizada pela comissão europeia contra a Itália. Não concordo com a comissão europeia quando se coloca contra um estado membro, quando assume uma posição de força, uma postura agressiva.

Este momento é difícil para a Europa e para as instituições europeias, existem muitos partidos populistas. Precisamos de ter calma, precisamos de estudar o orçamento e precisamos de decidir. Não é uma batalha entre Bruxelas e Roma."

Batalha foi aquilo a que se assistiu esta quarta-feira em Estrasburgo entre Tajani e Nigel Farage, o inglês riu-se de uma intervenção do italiano e o italiano não gostou:

"No parlamento precisamos de respeitar os valores e as regras. É possível estar contra a União Europeia mas precisamos de respeitar as outras opiniões. Respeito as pessoas que estão a favor do Brexit, estou contra mas respeito. Não me ponho a rir... isto não é um circo, é o Parlamento Europeu e precisamos de o respeitar."