Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Khashoggi morreu por estrangulamento, diz procurador

Khashoggi morreu por estrangulamento, diz procurador
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Jamal Khashoggi terá sido morto por estrangulamento assim que entrou no consulado saudita em Istambul e depois desmembrado. São as primeiras conclusões do inquérito, agora comunicadas pelo procurador da cidade turca. Segundo esse relatório, o crime terá sido premeditado.

O comunicado chega dois dias depois da reunião entre as procuradorias da Turquia e da Arábia Saudita, que foi inconclusiva.

Khashoggi era um crítico do regime saudita a viver nos Estados Unidos. Nesse dia tinha ido ao consulado tratar de formalidades para o futuro casamento com uma mulher turca.

O caso está a gerar tensão entre Riade e as potências ocidentais. O príncipe herdeiro Mohammed Bin Salman nega qualquer envolvimento da família real saudita e condena o assassínio.