This content is not available in your region

Favoritos abandonam Rota do Rum

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Borges de Carvalho  com AFP
euronews_icons_loading
Favoritos abandonam Rota do Rum

Começaram cedo os problemas na edição deste ano da Rota do Rum.

Um dia depois de terem saído de Saint-Malo, no noroeste de França, as vagas e ventos fortes do Atlântico fizeram mossa nalgumas embarcações.

Dois dos favoritos à vitória, os maxi-trimarã de Sébastien Josse e Thomas Coville tiveram de parar no porto da Corunha, na Galiza, e para Josse a prova já terminou.

Mas o pior ainda está para vir. A meteorologia prevê uma grande tempestade no Atlântico, esta terça-feira, com ventos a rondar os cem quilómetros hora.

Yann Eliès, skipper Ucar-StMichel:

"À minha frente, está tudo cinzento. Vemos bem que o tempo vai piorar. Penso que depois de um início a toda a velocidade, vamos passar para um modo de segurança"

A tempestade poderá colocar em risco o objetivo que muitos dos 123 participantes desta prova em solitário tinha à partida.

Conseguir atravessar o oceano e ligar o noroeste de França até Pointe-à-Pitre, nas ilhas Guadalupe, em menos de uma semana.