Última hora

Confrontos entre mexicanos e migrantes na fronteira

Confrontos entre mexicanos e migrantes na fronteira
Tamanho do texto Aa Aa

Chegaram à fronteira com os EUA depois de dias e dias, quilómetros e quilómetros. Já sabiam que a receção norte-americana não ia ser a melhor mas não esperavam que ainda do lado do México fossem apanhados em confrontos.

Os habitantes de Tijuana, a cidade do méxico que faz fronteira com os EUA, estão contra a chegada das caravanas que vêm do sul e foram claros em relação a isso mesmo.

Os confrontos entre residentes mexicanos e migrantes, maioria vinda das Honduras, aumentaram na noite de quinta para sexta-feira, com a chegada de 1500 pessoas provenientes da América Central.

Acusam os recém-chegados de tentaivas de roubo.

"- O que é que te vão roubar? O pouco ccabelo que tens?" perguntou um migrante a um mexicano careca.

"Isto não é discriminar, não é ser racista, só queremos segurança nas praias de Tijuana. Não queremos que mais migrantes venham para aqui." admitiu um dos residentes da cidade mexicana.

A fronteira apertada, como Donald Trump assim quis, não dá hipótese a que algum sonho americano seja cumprido.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.