Última hora

Carlos Ghosn detido no Japão

Carlos Ghosn detido no Japão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Carlos Ghosn foi detido em Tóquio por suspeita de evasão fiscal e desvio de fundos. O patrão da Renault-Nissan foi sujeito a interrogatório pelas autoridades nipónicas.

Ao que tudo indica, Ghosn pode vir a ser afastado das suas funções à frente do grupo automóvel que inclui ainda a Mitsubishi.

Na bolsa de Paris, as ações da Renault caíram mais de 12%. Num comunicado, a Nissan afirmou que, durante vários anos, Ghosn "declarou ao fisco rendimentos inferiores aos montantes reais".

A construtora revela também que o presidente do conselho de administração utilizou sistematicamente "bens da empresa para usufruto pessoal".

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.