Equador garante que Julian Assange pode abandonar embaixada

Equador garante que Julian Assange pode abandonar embaixada
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O presidente do Equador, Lenin Moreno, assegurou que o Reino Unido deu garantias suficientes de que o fundador da WikiLeaks não seria extraditado para países onde se aplique a pena de morte.

PUBLICIDADE

Julian Assange pode abandonar a embaixada do Equador, em Londres, onde está exilado desde 2012.

O presidente do Equador, Lenin Moreno, assegurou que o Reino Unido deu garantias suficientes de que o fundador da WikiLeaks não seria extraditado para países onde se aplique a pena de morte.

Assange já se pronunciou, afirmando que o Equador quer colocar fim ao seu asilo e entregá-lo aos Estados Unidos da América.

Washington pretende julgar o ativista australiano acusando-o de ter divulgado milhares de documentos militares classificados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Equador quer lutar contra o ciberterrorismo

Julian Assange retirado da embaixada do Equador e detido em Londres

Rei Carlos III recebe as novas notas com o seu retrato