A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Morreu o presidente da câmara de Gdansk, na Polónia.

Morreu o presidente da câmara de Gdansk, na Polónia.
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da câmara de Gdansk, na Polónia, foi esfaqueado enquanto participava num evento de caridade.

Um homem subiu ao palco onde Pawel Adamowicz discursava e atacou o governante. O agressor teve ainda tempo para pegar no microfone e dizer que esteve preso injustamente e que foi torturado pelo anterior governo. O autarca foi hospitalizado em estado grave.

Uma espectadora descreve o que viu: "Ele estava a rir, estava feliz pelo que tinha acabado de fazer. Não foi do tipo: entrar, fazer alguma coisa e fugir. Ele gabou-se do que fez".

Outra, explica que o atacante correu durante bastante tempo com a faca na mão sem que ninguém reagisse. Remata dizendo que foi estranho, apenas um homem se aproximou e fez alguma coisa", e dá-lhe os parabéns pela iniciativa.

O homem foi imediatamente detido. Adamowicz participava num evento anual de caridade, a "Grande Orquestra de Natal", que serve para angariar fundos para a compra de equipamento médico para os hospitais.

Adamowicz gere a Câmara Municipal de Gdansk desde 1998. Nas eleições autárquicas de 2018, venceu com 65 por cento dos votos.