Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

PP une-se à extrema-direita em protesto contra Pedro Sánchez

PP une-se à extrema-direita em protesto contra Pedro Sánchez
Tamanho do texto Aa Aa

Sob o apelo dos partidos da direita e da extrema-direita espanhola, vários milhares de pessoas (45 mil, segundo as autoridades) concentraram-se no centro de Madrid em protesto contra o governo socialista.

Juntos, o líder do Partido Popular (PP), Pablo Casado, do Ciudadanos, Albert Rivera, e do Vox, Santiago Abascal, exigem eleições antecipadas.

O primeiro-ministro Pedro Sánchez é acusado de "trair" a Espanha ao abrir o diálogo com os independentistas catalães, apontados como incontornáveis para fazer aprovar o próximo orçamento.

Tudo isto acontece dois dias antes do início do julgamento de 12 antigos dirigentes independentistas, envolvidos no processo de autodeterminação da Catalunha.