Última hora

Última hora

Papa pede "ações concretas" contra a pedofilia

Papa pede "ações concretas" contra a pedofilia
Tamanho do texto Aa Aa

A enviada da euronews ao Vaticano, Giorgia Orlandi, faz o ponto da situação relativamente ao segundo dia da cimeira sobre a pedofilia na Igreja Católica: "algumas vítimas de abuso não estão contentes com a abertura da cimeira sobre a proteção de menores. Alguns dizem estar desiludidos porque um grupo de sobreviventes, não conseguiu um encontro com o Papa, um dia antes do início do evento. No entanto, outros participantes da cimeira ficaram impressionados com os 5 vídeos de testemunho sobre as histórias dos abusados. A ideia-chave do papa Francisco ontem foi: "ações concretas", resumidas num documento com 21 pontos, um manual de diretrizes para ajudar a Igreja a administrar a crise. Uma forma de tornar as discussões eficazes: dos protocolos à avaliação psicológica dos candidatos a padres. Hoje o tema da discussão é o princípio da "responsabilidade" - a obrigação de prestar contas em casos de abuso".