A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Huawei vai processar os EUA

Huawei vai processar os EUA
Direitos de autor
REUTERS/Dado Ruvic/Illustration/File Photo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A Huawei contrataca os Estados Unidos e anunciou que vai processar Washington pela proibição da compra de equipamentos de telecomunicações por parte dos serviços públicos norte-americanos.

Em conferência de imprensa na sede do grupo chinês, em Shenzhen, um dos dirigentes da empresa afirmou que "o Congresso dos Estados Unidos nunca foi capaz de fornecer provas que justifiquem as restrições aos produtos da Huawei". Guo Ping também acusou os Estados Unidos de "piratear os servidores e roubar os emails" da Huawei.

A administração de Donald Trump considera que os equipamentos da segunda maior empresa de "smartphones" do mundo destinados às futuras redes de 5G podem ser usados por Pequim para atividades de espionagem.