Última hora

Última hora

Itália assina "nova rota da seda"

Itália assina "nova rota da seda"
Tamanho do texto Aa Aa

É a chamada "nova rota da seda" e não reúne consensos na União Europeia mas este sábado a Itália foi o primeiro Estado Membro e país do G7 a assinar o memorando de entendimento com a China.

A cerimónia contou com o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, e o presidente chinês, Xi Jinping, e membros dos governos dos dois países. O projeto prevê a aproximação do oriente com o ocidente através de um avultado investimento em comunicações e infraestruturas terrestres e marítimas em diversos países.

Os representantes das duas nações assinaram, ao todo, 29 acordos, sendo 19 deles ministeriais. De fora ficou o controverso sistema de comunicações G5.

Tanto a França e a Alemanha dizem-se céticos em relação ao projeto lançado por Pequim em 2013.

Na terça-feira, Xi Jinping vai encontrar-se em França com o presidente francês Emanuel Macron, com a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente da Comissão Europeia.

Na semana passada, a União Europeia publicou um plano com dez pontos em que sublinha que a China não é apenas um parceiro comercia mas também um rival.

A chamada "Belt and Road Initiative" já atraiu o interesse de países europeus como a Grécia, Hungria, Polónia e Portugal.