EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Eleições europeias dividem governo italiano

Eleições europeias dividem governo italiano
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Luigi di Maio acusou Matteo Salvini de se relacionar com governos europeus que prejudicaram as políticas do governo italiano.

PUBLICIDADE

O que o governo de Itália uniu, o caminho para as Europeias parece estar a desfazer.

**A coligação entre o Movimento 5 Estrelas e o Liga vive dias tumultuosos, dividida pelas políticas económicas e os grupos parlamentares em Bruxelas.
**

Diferenças que o vice-primeiro-ministro di Maio não quis deixar de frisar, apontando o dedo ao vice-primeiro-ministro Salvini.

"Nunca me irei abster de dizer o que não faz sentido, tal como em Itália, quando a Liga disse 'Vamos lutar contra a austeridade, precisamos de mais dinheiro' e depois fez uma aliança com Orbán, ou com os governos da Europa Oriental que, quando estávamos a fazer uma reforma das pensões e do salário mínimo, chamaram Juncker e disseram-lhe: 'precisa de travar uma guerra, porque tem de haver mais austeridade em Itália'", acusou o líder do Movimento 5 Estrelas.

O movimento de Luigi di Maio concorre ao Parlamento Europeu (PE) pelo Europa da Liberdade e da Democracia Direta. Grupo que, de acordo com sondagens recentes realizadas pelo PE, passa de 43 para 39 eurodeputados, enquanto o Europa das Nações e Liberdade de Matteo Salvini, mantém os 59 assentos parlamentares já confirmados pelas últimas projeções

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Comício antieuropa em cidade dividida por Matteo Salvini

Câmara de Itália rejeita moção de desconfiança contra Matteo Salvini e Daniela Santanchè

Salvini julgado por recusar desembarque de migrantes: "Orgulhoso do que fiz"