A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Istambul vai repetir eleições autárquicas

Istambul vai repetir eleições autárquicas
Direitos de autor
REUTERS/Murad Sezer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Istambul vai, novamente, às urnas para escolher o presidente da Câmara Municipal após o Alto Comité Eleitoral ter anulado o resultado do escrutínio de 31 de março, a pedido do AKP (Partido Justiça de Desenvolvimento), o partido do presidente Recep Tayyip Erdogan.

O Partido Republicano do Povo, que surpreendentemente venceu o sufrágio naquela que é a maior cidade da Turquia, com mais de 10 milhões de habitantes, nega irregularidades.

Ekrem Imamoglu afirmou que uma decisão que não respeita a vontade da população é típica de uma "ditadura".

"Meus concidadãos, eles tentaram tirar as eleições que ganhámos na noite de 31 de março. Tentaram roubar-nos o nosso trabalho árduo", sublinhou Imamoglu.

O ex-primeiro-ministro Binali Yildirim, que perdeu por uma curta margem de 13 mil votos, afirmou que o escrutínio foi marcado por "manchas".

"Porque é que as eleições foram para o Comité Eleitoral? Por causa das irregularidades, irregularidades, irregularidades, fraudes e manchas que detetamos e que aconteceram durante e depois do escrutínio".

As novas eleições municipais, em Istambul, estão marcadas para o dia 23 de junho.