Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Istambul vai repetir eleições autárquicas

Istambul vai repetir eleições autárquicas
Direitos de autor
REUTERS/Murad Sezer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Istambul vai, novamente, às urnas para escolher o presidente da Câmara Municipal após o Alto Comité Eleitoral ter anulado o resultado do escrutínio de 31 de março, a pedido do AKP (Partido Justiça de Desenvolvimento), o partido do presidente Recep Tayyip Erdogan.

O Partido Republicano do Povo, que surpreendentemente venceu o sufrágio naquela que é a maior cidade da Turquia, com mais de 10 milhões de habitantes, nega irregularidades.

Ekrem Imamoglu afirmou que uma decisão que não respeita a vontade da população é típica de uma "ditadura".

"Meus concidadãos, eles tentaram tirar as eleições que ganhámos na noite de 31 de março. Tentaram roubar-nos o nosso trabalho árduo", sublinhou Imamoglu.

O ex-primeiro-ministro Binali Yildirim, que perdeu por uma curta margem de 13 mil votos, afirmou que o escrutínio foi marcado por "manchas".

"Porque é que as eleições foram para o Comité Eleitoral? Por causa das irregularidades, irregularidades, irregularidades, fraudes e manchas que detetamos e que aconteceram durante e depois do escrutínio".

As novas eleições municipais, em Istambul, estão marcadas para o dia 23 de junho.