This content is not available in your region

Checos exigem demissão de primeiro-ministro Andrej Babiš

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Checos exigem demissão de primeiro-ministro Andrej Babiš
Direitos de autor  REUTERS/Milan Kammermayer

"Basta." Foi com esta mensagem que mais de 200 mil checos saíram às ruas para se manifestar, em uníssono, em nome da demissão do primeiro-ministro Andrej Babiš e da ministra da justiça Marie Benešová.

O protesto deste domingo já foi considerado o maior desde a queda do comunismo em 1989. É o ponto alto de semanas intensas de protestos transversais a todo o país que se fazem notar desde o fim de abril.

Em causa estão as acusações de envolvimento do chefe de Governo num caso de alegado desvio de fundos europeus e de conflito de interesses pelas atividades políticas desenvolvidas a par dos negócios do segundo homem mais rico do país.

A nomeação da ministra da justiça é vista como uma tentativa de travar as ações contra Babiš.

"Penso que este tipo de comportamento não é aceitável numa sociedade democrática, que não se preocupe com os cidadãos", denuncia Benjamin Roll, da organização não-governamental "A Million Moments for Democracy."

Attila Magyar, Euronews - "À medida que as multidões crescem, o potencial de provocar mudanças é questionável. O primeiro-ministro recusa demitir-se e o presidente Miloš Zeman diz que não o vai afastar do cargo. Os manifestantes prometem prosseguir a luta."